CRIPTOMOEDAS

Satoshi Nakamoto

Foto-Bitcoin-PNG.png

Don't trust. Verify.

Notas do dólar
download.jfif

Murray Newton Rothbard

O que o Estado teme acima de tudo, obviamente, é qualquer ameaça fundamental ao seu próprio poder e à sua própria existência.

Conta
images.jfif

Ludwig Von Mises

Ideias e somente ideias podem iluminar a escuridão.

Mapa do Velho Mundo
henry-david-thoreau-2.jpg

Henry David Thoreau

O governo em si, que é apenas o modo que o povo escolheu para executar a sua vontade, é igualmente suscetível de ser abusado e pervertido antes que o povo possa agir por meio dele.

Marble Surface

“A raiz do problema com a moeda convencional é toda a confiança necessária para fazê-la funcionar. O banco central deve ser confiável para não depreciar a moeda, mas a história das moedas fiduciárias está cheia de violações dessa confiança. Os bancos devem ser confiáveis ​​para manter nosso dinheiro e transferi-lo eletronicamente, mas eles o emprestam em ondas de bolhas de crédito com apenas uma fração na reserva.” - Satoshi Nakamoto.

418-4182692_ethereum-logo-png-images-ethereum-logo-black-background.png

DE-FIS: COMO AS FINANÇAS DESCENTRALIZADAS IMPACTAM NO DIREITO BRASILEIRO

Ao longo do último século, o mundo presencia habitualmente governos autoritários, corruptos e incompetentes. Os países estão repletos de exemplos de crises por expansão de crédito e má gestão, pautas humanitárias sendo descartadas e combatidas por ditaduras que ainda perduram no tempo.

 

O ponto chave para tudo isso pode não ser meramente uma mudança de governo, mas sim de paradigma, trazendo para o debate a pergunta: como países de terceiro mundo ou submetidos a regimes autoritários podem se manter e restabelecer de forma autônoma? Como as finanças descentralizadas podem ajudar? É mais benéfico ter o sistema monetário controlado por um governo ou não? Como confiar em um protocólo sem um intermediário confiável? É possível a Blockchain substituir a modalidade de negócios atual? Quais as aplicações? Até onde poderá se estender a regulamentação do Estado no âmbito das criptomoedas?

eth.gif

O que é?

Por Fernando Ulrich, 'Bitcoin é uma forma de dinheiro, assim como o real, dólar ou euro, com a diferença de ser puramente digital e não ser emitido por nenhum governo. O seu valor é determinado livremente pelos indivíduos no mercado. Para transações online, é a forma ideal de pagamento, pois é rápido, barato e seguro. É uma tecnologia inovadora'.

bitcoin-criptomoedas-btc-hoje-scaled.jpg

O que é a "mineração" de Bitcoins?

Os mineradores são os “nós” da rede e operam de forma a validar transações e “minerar” as moedas, fazendo mais bitcoins entrarem em circulação.

A transação por bloco é feita utilizando um consenso de pagamento (prova de trabalho), em que a própria tecnologia da rede é garantidora de sua segurança. As informações são registradas em "blocos", que são anexados em cadeias (Block-chain), sucessivamente. Os mineradores dão validade para os blocos e recebem por isso através das taxas e da possibilidade de receber bitcoins ao completar o bloco.

imagem_2021-10-14_070048.png

Como investir em criptomoedas?

Existem duas formas de se investir no mercado de criptoativos: a fácil e a segura. A primeira é através de uma corretora centralizada (Binance, Mercado Bitcoin, Hotbit, FTX, etc.), que possui total domínio sobre seus ativos. Existem riscos de calotes, ataques hackers e a regulamentação, que não tardará a vir. A segunda é através de corretoras descentralizadas (Pancakeswap, Uniswap, etc.), que não possuem o grande risco de regulamentação das demais, sendo o modo mais seguro de trocas pessoa a pessoa.

images (1).jfif

Quem criou o Bitcoin?

O White paper ‘Bitcoin: a peer-to-peer Eletronic Cash System’ foi desenvolvido por Satoshi Nakamoto em 2008, trazendo os conceitos que seriam aplicados na primeira versão do programa que trouxe o dinheiro a uma nova concepção.

Um dos motivos pelos quais o Bitcoin está tendo uma aderência tão grande é o fato de "Satoshi" praticamente não existir. Não se sabe se é uma pessoa ou mais, se é um pseudônimo ou onde se encontra.

Em não havendo um nome por trás, não há como pará-lo. Nenhum Estado ou pessoa pode interromper o Bitcoin, e justamente por isso que se torna o ativo mais confiável. O código, por ser auditável, não necessita de confiança em ninguém. A tecnologia é provada por si mesma e, nas palavras do próprio Nakamoto: "Não confie. Verifique".

Quem-é-Satoshi_Prancheta-1024x512.jpg

Por que o Bitcoin é seguro?

A Blockchain funciona, como o próprio nome sugere, como uma corrente de blocos, que se sucedem. A segurança é feita a partir de hashes, que nada mais são que impressões digitais daquele determinado bloco, sendo estas irrepetíveis.

O bloco posterior será vinculado ao anterior e, caso este seja modificado, há o surgimento de uma nova hash, que é incompatível com o novo bloco, tornando aquela operação inválida.

'Um hash é o resultado de uma função de hash, que é uma operação criptográfica que gera identificadores únicos e irrepetíveis a partir de uma determinada informação. Hashes são uma peça chave da tecnologia blockchain e são amplamente utilizados.'

23_hash.webp
  • Dicas de leitura

Marble Surface

"Com a moeda eletrônica baseada em prova criptográfica, sem a necessidade de confiar em intermediários terceirizados, o dinheiro pode ser seguro e as transações sem esforço". - Satoshi Nakamoto.

cardano-logo.gif

Tudo que você precisa saber para não cometer os mesmos erros que eu

A seguir, elencarei uma sequência de informações que gostaria que tivessem sido me passadas assim que iniciei no mundo das criptomoedas. Muitos erros são comuns e não importa o quão inteligente seja no mercado tradicional, aqui a conversa é diferente. Alta volatilidade, ativos que são armadilhas (shitcoins) e promessas impossíveis de serem cumpridas. Uma lida rápida em cada tópico e, no mínimo, você saberá para onde ir e onde não ir.

O melhor conselho que pode resumir todo o conteúdo na Internet é: estude antes de investir. Oportunidades surgem a todo o momento e não, você não fará milhões com 100 reais da noite para o dia. Isso é humanamente impossível.